quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

FILOSOFIA E TEOLOGIA : AMIGO AJADJA

Bem, Ajadja!! 
Não Serei irônico 
Sim! Sempre verdadeiro
E aquelas perguntas? 
Ninguém me respondeu verdades!!. 
Continuam nos meios! 
Então porque sou homem? 
E tanta repressão a energia casual? 
O que é essa moral? 
Antichirst matou Deus? 
E agora, Ajadja? 
Vão salvar o entulho de átomos sentimentais? 
Esses argumentos deles!!. 
Oh! Não são vícios graves? 
Não são  fraudosos? 
Mentiras traiçoeiras em nome da verdade! 
Como colocar em ordem
O que por natureza é uma desordem,  
Se não existe arquiteto universal? 
Como dizem  uns de vós! 
O que é honesto no seu sim e não? 
O que é certo  ou errado? 
Qual o padrão moral estabelecido? 
Não sou aberração do acaso?
Quem é Nietzsche, Marx, Darwin e Platão? 
Que é  arte e filosofia? 
Quais as combinações químicas pensantes
Que, com um golpe de misericórdia, 
Mataram o velho Deus? 
Uma explosão atômica de pensamentos? 
Onde está o atestado? 
Como matar o que não existe? 
Onde o enterraram? 
Ah! No fundo da prefeitura? 
O que me faz crer, 
Esse bolo químico atômico 
Matou a pessoa enganada! 
Eu desfilei com Deus ontem!!! 
Conversei com ele!!! 
É ilegal condenar quem não existe, 
Se tem dúvida, 
Que está vivo ou não, um erro maior!!! 
Incoerência racional 
Onde está o réu? 
Não se toca, em coisa que não se explica! 
De onde vieram os gases  
Hidrogênio e hélio? 
O que me diz da energia? 
Apareceram por aí? 
E antes deles? 
Eu sou primeiro! 
"Só sei que algo é." 
E o que vai além da experiência? 
O eterno! 
Imóvel! 
Imutável! 
Será explicado no tempo móvel das ciências das coisas em movimento? 
“Deus e somente Deus é a verdade!” 
Ah! Tu és voz muda 
Do mundo dos fenômenos 
Tudo é acidental? 
“Não há algo como ser homem e ser animal? 
O que um ser não pode ser?” Contradição! 
A grande questão é, Ajadja! 
Homem não é homem? 
A razão é vive-se por toda eternidade! 
Ou nunca seria eterno Cristo o mistério desvendado 
Que nos une! Bom e bom! 
Verdadeiramente estávamos separados 
Essência e existência, ser de Deus!... 
Ser criado, homem!!! 
Essência e existência separados 
Todos pecaram; os seres criados, 
E separados estão da essência Deus! 
Unidos em Cristo.
 
ALMEIDA, Joel. Túmulo de Roecken. Montes Claros, 2002
       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AJA-DJA Brasil (2001)

AJA-DJA Brasil (2001)
Obra apresentada no salão de poesia "Psiu Poético" (Montes Claros-MG)

Sobre o Poeta Joel Almeida

O POETA MORREU, AGORA O POETA VIVEU?