quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

POESIA PSIU POÉTICO : SELO FALSO

Ramon me disse

Eu disse a Ramon

Deus está vendo!

Deus Vendo?

Não balance a cabeça

É moda ser crente

Como ir ao shopping

Religião está lá

Nas prateleiras

Vitrines enfeitadas

O nome Jesus!

Coitado do petróleo

Doente mercado de carros

Daqui uns dias!

Na Bolsa!

Oh! Claro! Valores!!!

Querido meu...

Jesus é a verdade

Eu creio nele

Não nesse selo falsificado

Objeto de exploração da religião

Não me envergonho em ser cristão

Meu veneno é dessa corrupção

Que fazem de Cristo sabão

Até mesmo na Lapa

Usado para lavar as mãos.

Almeida, Joel. Túmulo de Roecken. 2002

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AJA-DJA Brasil (2001)

AJA-DJA Brasil (2001)
Obra apresentada no salão de poesia "Psiu Poético" (Montes Claros-MG)

Sobre o Poeta Joel Almeida

O POETA MORREU, AGORA O POETA VIVEU?