quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

SEXO E FEMINÍSMO: MATRONAS FEMINISTAS

Tu és uma mulher?

Venha que sou um homem!

Que feminismo eufórico

Que te faz homem

Masculinfeminina solteirona!

Enlouquecestes meu bem!?

Emacipadona, dona lésbica

Não tens prestígio de feminilidade

Onde esta teu fogo de maternidade?

Tua sensibilidade que te faz mulher?

Tornastes seca, sedutora machona!

Já não tens a essência sensual...

Oh! Objeto de uso perigoso

Trem explosivo de machão

Comes a frescura na cama

E dizes que a ama???!

Só homem irá resgata-la

Na verdade incluso Jesus

Eu suspeito,

Desse teu jeitão de homem

Se tu és mulher!!

Almeida, Joel. Túmulo de Roecken. 2002

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AJA-DJA Brasil (2001)

AJA-DJA Brasil (2001)
Obra apresentada no salão de poesia "Psiu Poético" (Montes Claros-MG)

Sobre o Poeta Joel Almeida

O POETA MORREU, AGORA O POETA VIVEU?