segunda-feira, 2 de março de 2009

POESIA : DELIBERAÇÃO

 

K2 e Everest: 
Quem formou os picos? 
Olhei para dentro 
De uma vazia qualquer 
Daqueles buracos chamados cisternas 
No coração do k2 
No seio do Everest 
As profundezas engoliam os carros 
Elegantes mulheres com jóias 
Os postos elevados dos gigantes 
Tudo negro, tudo triste... 
Lá fundo, apenas solidão 
Reconheço humildemente
Deus formou os picos 
Deixando essa cratera 
Ausência total de si... 
Na incredulidade dolorosa 
Quando os homens caem lá embaixo 
Suas orações clamam por socorro 
Se não, morrerão sem respiração 
No inferno solitário da alma 
Que não quer ser amiga 
Do filho de Deus A saber, o Cristo 
Glórias do mundo... 
Despertam sorrindo... 
Cume do conhecimento 
Iluminação sublime Sobre K2-Everest 
Vi uma criança chorando 
Estava próxima das estrelas 
Jamais conseguirá apanhá-las 
Por isso chora!
Onde o vento sopra forte 
A beleza é contemplada 
A canção faz sentido 
O caminho que nos conduz,
É totalmente espinhoso, também único! 
Poucos passam por ele, é estreito! 
Cansamos, desanimamos e nos falta fé 
Inimigos do lugar altíssimo 
Galardão recebe os que lá chegam... 
Na missão perigosa da terra 
Escalar para realeza eterna...

ALMEIDA, Joel. Deliberação. Montes Claros, 2003

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AJA-DJA Brasil (2001)

AJA-DJA Brasil (2001)
Obra apresentada no salão de poesia "Psiu Poético" (Montes Claros-MG)

Sobre o Poeta Joel Almeida

O POETA MORREU, AGORA O POETA VIVEU?