segunda-feira, 26 de julho de 2010

VAZIOS DE SI

Muitos poetas estão delirando

Vazios de inspiração

Desenham tolices!!!

Nunca lerei esses caras

Pensem, ahh cabeçudos!!!

Cérebros de “macacos”

Sou criação...

Não surfo em ondas de evolução

Poesia que não tem sentido?

Até tem sentido!

Qual?

Sentido de não valer nada!

Não valem a pena

Coitadinhas sem críticas

Os mortos nunca foram os melhores

Quero ver se são!

Só na escola dos burros!!

Na minha não tem vez

Estão em segundo plano

Os nobres vivos não falharão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AJA-DJA Brasil (2001)

AJA-DJA Brasil (2001)
Obra apresentada no salão de poesia "Psiu Poético" (Montes Claros-MG)

Sobre o Poeta Joel Almeida

O POETA MORREU, AGORA O POETA VIVEU?